Clipping InsurTech: seguro, tecnologia e inovação – 22 a 29/06/2018

Informações sobre novidades digitais, tecnologias, startups e inovação no Setor de Seguros Global

Information on digital news, technologies, startups and innovation in the Global Insurance Industry

22 a 29/06/2018

Pesquisa, edição e redação: Antonio Carlos Teixeira

01
Insurtech lança moeda virtual
https://www.segs.com.br/seguros/122384-insurtech-lanca-moeda-virtual
Ivan Netto, CQCS / Segs.com.br (Salvador / Santos, Brasil)
25/06/2018
A Thinkseg, que utiliza a tecnologia blockchain em desenvolvimento para seus negócios, lançará neste mês a primeira moeda virtual atrelada aos times de futebol no Brasil, chamada futcoin. O investimento da insurtech em blockchain, ainda com vários módulos em construção, é de US$ 10 milhões. A tecnologia foi totalmente desenvolvida em Israel, priorizando a segurança da informação.

02
AgroTools promove debate sobre transformação digital do seguro rural e crédito no agronegócio
https://www.sonhoseguro.com.br/2018/06/agrotools-promove-debate-sobre-transformacao-digital-do-seguro-rural-e-credito-no-agronegocio/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+sonhoseguro+%28Sonho+Seguro%29
Denise Bueno, Sonho Seguro (São Paulo, Brasil)
26/06/2018
O evento AgFinTech – A Nova Era do Seguro e Crédito Rural, que acontece no próximo dia 4 de julho, na Casa do Saber, em São Paulo, lançará o conceito AgFinTech. Criado pela AgroTools, compreende o processo de transformação digital aplicado às instituições financeiras que se relacionam com o produtor rural. A utilização do sensoriamento remoto e de sistemas GIS Web na fiscalização das operações de crédito rural, na mensuração e (…)

03
Aconseg-RJ apoia o Cqcs Insurtech & Inovação
https://www.segs.com.br/seguros/122960-aconseg-rj-apoia-o-cqcs-insurtech-inovacao
Vania Absalão, VTN Comunicação / Segs.com.br (Rio de Janeiro / Santos, Brasil)
28/06/2018
O maior evento de Insurtech & Inovação da América Latina será realizado nos dias 01 e 02 de agosto, no Villa Blue Tree, em São Paulo. Para o presidente da Aconseg-RJ, Luiz Philipe Baeta Neves, “o apoio do mercado a este grande evento é fundamental para as suas operações daqui por adiante, tendo em vista que o setor está passando por um período de rápidas transformações tecnológicas em suas operações”.

04
Downey Jr. e Jay Z investem numa start-up de seguros de vida
https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/pme/start-ups/detalhe/downey-jr-e-jay-z-investem-numa-start-up-de-seguros-de-vida
Jornal de Negócios (Lisboa, Portugal)
24/06/2018
O seu principal produto é um processo simplificado e acessível para compra de seguros de vida com um prazo definido. Nesta ronda participaram investidores menos previsíveis, incluindo o fundo da empresa de entretenimento Roc Nation, que pertence ao rapper Jay Z; a Downey Ventures, do actor Robert Downey Jr.; a Durant Co., do jogador de basquete Kevin Durant; e a Smith Family Circle, do actor Will Smith.

05
Tecnologia traz muitos beneficios ao corretor e ao consumidor, afirma CEO da MetLife
https://www.sonhoseguro.com.br/2018/06/tecnologia-traz-muitos-beneficios-ao-corretor-e-ao-consumidor-afirma-ceo-da-metlife/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+sonhoseguro+%28Sonho+Seguro%29
Denise Bueno, Sonho Seguro (São Paulo, Brasil)
22/06/2018
“A MetLife está em busca de startups para participar do programa MetLife Digital Accelerator powered by Techstars. O programa global de inovação, que teve inscrições até abril passado, selecionará 10 startups focadas no desenvolvimento de tecnologias disruptivas para o mercado de seguros e que se proponham a ajudar a companhia a oferecer soluções digitais capazes de gerar experiências diferenciadas para os clientes.”

06
Insurtech One Insurance and Munich Re join forces
https://www.intelligentinsurer.com/news/insurtech-one-insurance-and-munich-re-join-forces-15695
Intelligent Insurer (Bromley, UK)
28/06/2018
Digital all-round insurer ONE and Munich Re have created a joint venture called ONE Coach which will enable customers to monitor in real time how their individual lifestyle choices affect their risk assessment score, according to a company statement. ONE was created by CEO Stephan Ommerborn in November 2016 and has offices in Liechtenstein and Berlin. The start-up already provides flexible policies that can be cancelled on a (…)

07
Insurance giant Liberty Mutual backs Triangle startup offering drone insurance, other insurtech
https://www.wraltechwire.com/2018/06/29/insurance-giant-liberty-mutual-backs-triangle-startup-offering-drone-insurance-other-insurtech/
Mindy Hamlin, WRAL Tech Wire (Raleigh, USA)
29/06/2018
REIN on Thursday announced it has raised $7.3 million in venture funding led by Liberty Mutual Strategic Ventures and Kiplin Capital. Liberty Mutual Strategic Ventures is the venture capital arm of Liberty Mutual’s U.S. Consumer Markets business. Liberty Mutual is one of the largest property and casualty insurer in the U.S.

08
Prudential Debuts Insurtech Innovations to Streamline Hospital Claims Process
https://www.crowdfundinsider.com/2018/06/135577-prudential-debuts-insurtech-innovations-to-streamline-hospital-claims-process/
Samantha Hurst, Crowdfund Insider (Beachwood, USA)
27/06/2018
Prudential Hong Kong Limited announced on Tuesday the launch of two insurtech innovations, Hospital to Prudential and Chatbot Claims, which will help redefine the way consumers and medical professionals manage hospital claims in Hong Kong. According to Prudential, the Hospital to Prudential portal provides customers with effortless claims experience while the AI-powered chatbot cuts claims submission time to three minutes.

09
No novo mundo das ‘insurtech’, a regulação e a escala são barreiras para o crescimento
http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/no-novo-mundo-das-insurtech-a-regulacao-e-a-escala-sao-barreiras-para-o-crescimento-326749
José Varela Rodrigues, O Jornal Económico (Lisboa, Portugal)
28/06/2018
Os consumidores estão recetivos às inovadoras propostas que as insurtech trazem ao mercado, mas estes novos players enfrentam barreiras ao crescimento, segundo cinco especialistas que participaram num dos paineis do Fórum Seguros esta quinta-feira. O peso da regulação, a resistência de algumas seguradoras tradicionais em mudar para um cenário de colaboração e a dificuldade em ganhar escala foram algumas das barreiras (…)

10
InsurTech. Engenharia em Portugal é mais-valia para a criação de “ecossistema”
https://www.dinheirovivo.pt/economia/insurtech-engenharia-em-portugal-e-mais-valia-para-a-criacao-de-ecossistema/
Sara Fernandes, Dinheiro Vivo (Lisboa, Portugal)
27/06/2018
Andrew Rear esteve em Portugal para a reunião de arranque do Grupo de Trabalho sobre InsurTech da Associação de FinTech e Insurtech Portugal (AFIP). O CEO da Digital Partners, uma joint venture de cooperação mundial entre a Munich Re e diversas InsurTech, afirma que Portugal tem todas as condições para começar a incorporar as InsurTech nas suas seguradoras.

11
BlueCrow vai lançar fundo de capital de risco para ‘insurtech’
http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/bluecrow-vai-lancar-fundo-de-capital-de-risco-para-insurtech-326754
Leonor Mateus Ferreira, Jornal Económico (Lisboa, Portugal)
28/06/2018
As insurtech são uma área de grande interesse para investidores que olham para a inovação, segundo a partner da BlueCrow Capital. Bibi Sattar Marques anunciou, no Fórum Seguros 2018, que é graças a essa convicção que a sociedade financeira irá lançar um fundo de investimento de capital de risco direcionado para insurtech. “Os números de investimento dos seguradores têm aumentado”, sublinhou. “Particularmente na área (…)

fim

Publicado em Jornalismo Ambiental | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Clipping InsurTech: seguro, tecnologia e inovação – 08 a 14/06/2018

Informações sobre novidades digitais, tecnologias, startups e inovação no Setor de Seguros Global

Information on digital news, technologies, startups and innovation in the Global Insurance Industry

08 a 14/06/2018

Pesquisa, edição e redação: Antonio Carlos Teixeira

01
CNseg abre Trilha de Seguro no CIAB Febraban e destaca parceria com Darwin Startup
https://www.sonhoseguro.com.br/2018/06/cnseg-abre-trilha-de-seguro-no-ciab-febraban-e-destaca-parceria-com-darwin-startup/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+sonhoseguro+%28Sonho+Seguro%29
Denise Bueno, Sonho Seguro (São Paulo, Brasil)
13/06/2018
De olho nos novos hábitos do consumidor, a CNseg e Federações associadas (FenSeg, FenaPrevi, FenaSaúde e FenaCap) estão comprometidas com diversas ações para estimular a inovação no mercado segurador, disse o diretor Técnico da CNseg, Alexandre Leal, na abertura da Trilha de Seguros, durante o CIAB Febraban, considerado um dos maiores eventos de tecnologia no mercado financeiro, que acontece nos dias 12, 13 e 14 de junho, em São Paulo.

02
Evento mostra a revolução Insurtech para corretores de seguro
https://www.showmetech.com.br/evento-mostra-a-revolucao-insurtech-para-corretores-de-seguro/
Heinar Maracy, Showmetech (São Paulo, Brasil)
08/06/2018
Insurtech. O nome já diz: é a união de seguro (insurance, em inglês) e tecnologia. Ela é a “meio irmã” das fintechs, a onda de empresas financeiras que abalou o mercado bancário, da qual a Nubank é o expoente máximo no Brasil. É sobre isso que o Insurtech Inovação pretende falar.

03
Lloyd’s Lab Begins Global Search for Insurtech Talent
https://www.insurancejournal.com/news/international/2018/06/13/491950.htm
Insurance Journal (San Diego, USA)
13/06/2018
Lloyd’s Lab, the global insurance market’s new innovation sandbox, is launching a global search for tech talent to partner with the Lloyd’s market and develop solutions for its unique and rapidly changing needs. In order to support its digital evolution, Lloyd’s is opening its doors for the first time to the global tech start-up and entrepreneur community.

04
SindSeg MG/GO/MT/DF promove a primeira edição do SindSeg Insurtech Connection
https://www.segs.com.br/seguros/120257-sindseg-mg-go-mt-df-promove-a-primeira-edicao-do-sindseg-insurtech-connection
Revista Cobertura / Segs.com.br (São Paulo / Santos, Brasil)
12/06/2018
Entre os meses de maio, junho e julho, o SindSeg MG/GO/MT/DF realiza a primeira edição do programa SindSeg Insurtech Connection. Por meio dele, várias startups de todo o país serão estimuladas a criar soluções para o mercado de seguros. A iniciativa foi idealizada pela Comissão SindLab, formada em setembro do ano passado para viabilizar iniciativas baseadas em tecnologias e inovações para o mercado de seguros.

05
Zurich guns for growth on mobiles with latest insurtech start-up deal
https://www.insurancetimes.co.uk/zurich-guns-for-growth-on-mobiles-with-latest-insurtech-start-up-deal/1427397.article
Insurance Times (Londres, UK)
13/06/2018
Zurich has partnered with InsurTech start-up Digital Insurance Group, believing the deal can bolster its mobile offering. DIG helps banks, insurers and brokers roll out slick, customer-friendly mobile offerings. The Dutch-based firm only started up in July last year, but has won business across Europe and Latin America, claiming its expertise in customer data analytics means clients get the very best ‘next gen’ mobile technology.

06
Futuro da corretagem de seguros será discutido no 18º Conec
https://www.segs.com.br/seguros/120281-futuro-da-corretagem-de-seguros-sera-discutido-no-18-conec
Sincor SP / Segs.com.br (São Paulo / Santos, Brasil)
12/06/2018
O Sincor-SP (Sindicato dos Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem e da Distribuição de Seguros do Estado de São Paulo) acaba de divulgar a programação do maior evento do setor de seguros. A 18ª edição do Conec vai abordar temas com foco no futuro da corretagem de seguros, trazendo perspectivas sobre as mudanças no ramo de automóvel com a chegada dos carros autônomos, o novo formato de negócios com as insurtechs, os desafios da longevidade nos seguros de pessoas e empreendedorismo.

07
Insurtech Startup Kin Insurance Secures $13 Million Through Latest Funding Round
https://www.crowdfundinsider.com/2018/06/134905-insurtech-startup-kin-insurance-secures-13-million-through-latest-funding-round/
Samantha Hurst, Crowdfund Insider (Beachwood, USA)
13/06/2018
U.S. insurtech startup Kin Insurance announced earlier this week it secured $13 million through its latest round of funding. The company reported the funds will go towards its mission to help protect homeowners nationwide. Founded in 2017, Kin describes itself as a home insurance startup that uses data to make the application as simple as possible and to recommend the right coverage for each home.

08
Nearbee vence o campeonato de insurtech no CIAB Febraban
https://www.sonhoseguro.com.br/2018/06/nearbee-vence-o-campeonato-de-insurtech-no-ciab-febraban/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+sonhoseguro+%28Sonho+Seguro%29
Denise Bueno, Sonho Seguro (São Paulo, Brasil)
13/06/2018
Assistam o que o empreendedor da Nearbee, Felipe Fontes, sócio fundador, que venceu o CIAB Febraban Insurtech!, diz sobre estar contribuindo para o crescimento do setor.

09
The InsurTECH Book powered by an All-Women Editorial Team draws in globally Crowdsourced Author Community during London Tech Week
https://irishtechnews.ie/the-insurtech-book-powered-by-an-all-women-editorial-team-draws-in-globally-crowdsourced-author-community-during-london-tech-week/
Alison McGuire, Iris Tech News (Dublin, Irlanda)
11/06/2018
The InsurTECH Book is officially launched today at the Shard, London where contributing authors fly in from around the world to discuss digital trends in Insurance with the leaders of UK’s insurance & InsurTECH industry during London TECH Week.

10
InsurTech Futures: Lloyd’s launches innovation sandbox
https://www.insuranceage.co.uk/broker/3451606/insurtech-futures-lloyds-launches-innovation-sandbox
Ida Axling, Insurance Age (Londres, UK)
12/06/2018
Lloyd’s of London has launched a new InsurTech innovation sandbox, Lloyd’s Lab.
The global insurance market stated it is now searching for tech talent to partner with and develop solutions for its rapidly changing needs, in a “fast-track, fast-fail” environment. Lloyd’s noted this is the first time in 330 years that it’s opening its doors to the global tech start-up and entrepreneur community.

11
3 key insurtech trends showing industry maturity
https://www.dig-in.com/opinion/3-key-insurtech-trends-showing-industry-maturity
Karen Pauli, Digital Insurance (Nova York, USA)
12/06/2018
It is probably a bit presumptuous to liken the insurtech startup movement to Hamlet’s famous “To Be or Not to Be” soliloquy. It is, after all, a well-known and historical Shakespearean reference. However, the similarity is in the questions asked, and such a question has probably been asked prior to many defining moments. And just as Hamlet pondered many questions, there are many questions that revolve around the state of the insurtech movement.

fim

Publicado em Clipping InsurTech, Digital Insurance, Economia, economia de baixo carbono, Economia Verde-Green Economy, Insurance and Sustainability, Insurance Technology, insurtech, low carbon economy, Seguro Digital, Seguro Digital e Inovação, Seguro e sustentabilidade, Seguro e Transição para Economia de Baixo Carbono, Seguro e Transição para Sociedade de Baixo Carbono, transição para uma economia de baixo carbono, Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, Transition to a low carbon society, Transition to Low Carbon Economy | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Clipping InsurTech: seguro, tecnologia e inovação – 01 a 08/06/2018

Informações sobre novidades digitais, tecnologias, startups e inovação no Setor de Seguros Global

Information on digital news, technologies, startups and innovation in the Global Insurance Industry

01 a 08/06/2018

Pesquisa, edição e redação: Antonio Carlos Teixeira

01
Evento debateu cenário das insurtechs no País
http://acontece.funenseg.org.br/acontece/interna.php?edicao=608&interna=3
Boletim Acontece, Escola Nacional de Seguros (Rio de Janeiro, Brasil)
01/06/2018
A Escola Nacional de Seguros e a Associação Paulista dos Técnicos de Seguros (APTS) promoveram, no dia 28 de maio, no auditório da Escola em São Paulo (SP), o evento “Insurtechs – Tecnologias Disruptivas e seus impactos no seguro”. No encontro, que apresentou um cenário das Insurtechs no País, discutiu-se as mudanças na operação de seguros e na relação com clientes, e foram expostos cases de startups que criaram soluções inéditas para o setor com o uso de tecnologias sofisticadas.

02
O2OBOTS participará do maior encontro de inovação em Seguros da América Latina
https://www.segs.com.br/seguros/119621-o2obots-participara-do-maior-encontro-de-inovacao-em-seguros-da-america-latina
Cqcs|Ivan Netto / SEGS.com.br (Salvador / Santos, Brasil)
07/06/2018
A lista de insurtechs confirmadas no Cqcs Insurtech & Inovação cresce a cada dia. Nesta semana, a O2OBots confirmou participação no evento, onde serão debatidos temas como disrupção, internet das coisas, blockchain, robótica, inteligência artificial e realidade virtual. “A O2OBOTS pretende participar do evento com a intenção de compartilhar um pouquinho da experiência que está adquirindo em sua jornada de democratização do (…)

03
SindSeg MG/GO/MT/DF aposta na tecnologia para alavancar o mercado de seguros
https://www.segs.com.br/seguros/119706-sindseg-mg-go-mt-df-aposta-na-tecnologia-para-alavancar-o-mercado-de-seguros
Nina Rocha, SEGS.com.br (Santos, Brasil)
07/06/2018
Entre os meses de maio, junho e julho, o SindSeg MG/GO/MT/DF realiza a primeira edição do programa SindSeg Insurtech Connection. Por meio dele, várias startups de todo o país serão estimuladas a criar soluções para o mercado de seguros. A iniciativa foi idealizada pela Comissão SindLab, formada em setembro do ano passado para viabilizar iniciativas baseadas em tecnologias e inovações para o mercado de seguros.

04
Corretora de seguros dobra o volume de indicações de clientes ao aderir à insurtech investida pela Porto Seguro
https://www.segs.com.br/seguros/119488-corretora-de-seguros-dobra-o-volume-de-indicacoes-de-clientes-ao-aderir-a-insurtech-investida-pela-porto-seguro
Melissa Araújo, SEGS.com.br (Santos, Brasil)
06/06/2018
Não é novidade que clientes satisfeitos têm propensão a indicar serviços ou produtos para amigos. Existem muitos mercados que investem em programas de fidelidade para incentivar essa cultura. E por que não no setor de seguros? Ao enxergar uma oportunidade de tornar as indicações mais frequentes, a FBN Corretora aderiu ao Cliente Agente, uma plataforma de indicações integrada com o programa de recompensas Netpoints.

05
InsurTech startup Laka raises £1.1 million seed round
https://www.finextra.com/pressarticle/74249/insurtech-startup-laka-raises-11-million-seed-round
FinExtra (Londres, UK)
07/06/2018
Browne Jacobson’s corporate team has advised on another InsurTech venture capital deal – assisting crowd insurance pioneer Laka on its £1.1m (US $1.5m) seed round. The round was led by Tune Protect Group Berhad (Tune Protect), a financial holding company listed on the Malaysian Stock Exchange. Silicon Valley-based venture capital firm 500 Startups also participated, alongside new and existing angel investors from across the insurance industry.

06
Zurich Insurance Group invests in insurtech startup CoverWallet to fuel international growth
https://techstartups.com/2018/06/07/zurich-insurance-group-invests-insurtech-startup-coverwallet-fuel-international-growth/
TechStartups (Washington, USA)
07/06/2018
Zurich Insurance Group has invested in CoverWallet, the startup that makes it easy for businesses to understand, buy, and manage insurance online. The amount of investment was not disclosed. Zurich Insurance Group is one of the largest global insurance companies, has acquired a minority stake in the company. The investment builds on a commercial partnership between CoverWallet and Zurich in Europe that was announced in February.

07
Tune Protect acquires 9.99% stake in insurtech startup
http://www.theedgemarkets.com/article/tune-protect-acquires-999-stake-insurtech-startup
Bernama, The Edge Market (Petaling Jaya, Malásia)
07/06/2018
Tune Protect Group Bhd is acquiring 9.99% equity interest in insurance technology (insurtech) startup Laka Ltd for RM2.64 million in cash. In a filing with Bursa Malaysia, the digital insurer said its wholly-owned subsidiary Tune Direct Ltd, today signed a new subscription and shareholders agreement to subscribe for the stake.

08
InsurTech Futures: ConstructaQuote claims UK business insurance first with Facebook chatbot
https://www.insuranceage.co.uk/broker/3442351/insurtech-futures-constructaquote-claims-uk-business-insurance-first-with-facebook-chatbot
Sian Barton, Insurance Age (Londres, UK)
06/06/2018
Caerphilly-based broker Constructaquote, part of Moorhouse Group, has made its chatbot service available on its Facebook page. The bot, which was launched on its website in September last year, uses AI to replicate real-life conversations and simulate interaction with another person. The business claimed the bot is the “first ever chatbot for UK business insurance”. The chatbot allows customers to request quotations and can (…)

09
China ‘insurtech’ pioneer ZhongAn loses lustre on bubble worries
https://www.ft.com/content/88bccce4-631b-11e8-90c2-9563a0613e56
Gabriel Wildau, Financial Times (Londres, UK)
04/06/2018
Eight months after its much-heralded initial public offering in Hong Kong, ZhongAn Online Property & Casualty, the fintech insurer backed by China’s two biggest internet tycoons, is struggling to meet lofty expectations, highlighting concerns about a China tech bubble. On Monday, ZhongAn’s shares were 12 per cent below the initial public offering price — and 46 per cent below their record high on October 9 — even as a broad index (…)

10
Insurtech Platform For Event Goers TicketGuardian Debut Two Consumer Insurance Products
https://www.crowdfundinsider.com/2018/06/134339-insurtech-platform-for-concert-goers-ticketguardian-debut-two-consumer-insurance-products/
Samantha Hurst, Crowfund Insider (Beachwood, USA)
01/06/2018
TicketGuardian, an insurtech startup that’s aiming to shake up the ‘no refunds’ standard of live events ticketing, announced on Thursday the launch of two new consumer-facing insurance products, FanShield and RegShield, which give policy owners better coverage for both ticketed live events, and registered events. While sharing more details about the new products, Bryan Derbyshire, Founder and CEO of TicketGuardian, stated: (….)

fim

Publicado em Digital Insurance, Insurance Technology, insurtech, Relatório InsurTech, Seguro Digital, Seguro Digital e Inovação, Seguro e sustentabilidade, Seguro e Transição para Economia de Baixo Carbono, Seguro e Transição para Sociedade de Baixo Carbono, transição para uma economia de baixo carbono, Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, Transition to a low carbon society, Transition to Low Carbon Economy | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Evento debateu cenário das insurtechs no País

O Assessor Executivo de Comunicação para Negócios de InsurTech e editor do blog TerraGaia, Antonio Carlos Teixeira. Foto: Assessoria de Imprensa da APTS

No Brasil, onde a chegada das insurtechs aconteceu mais recentemente, já são 78 startups em operação

Do Boletim Acontece, da Escola Nacional de Seguros

A Escola Nacional de Seguros e a Associação Paulista dos Técnicos de Seguros (APTS) promoveram, no dia 28 de maio, no auditório da Escola em São Paulo (SP), o evento “Insurtechs – Tecnologias Disruptivas e seus impactos no seguro”.

No encontro, que apresentou um cenário das Insurtechs no País, discutiu-se as mudanças na operação de seguros e na relação com clientes, e foram expostos cases de startups que criaram soluções inéditas para o setor com o uso de tecnologias sofisticadas.

De acordo com o representante da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (câmara-e.net), Caetano Altieri, existem hoje mais de 1,5 mil Insurtechs em todo o mundo, que já movimentaram US$ 19 bilhões. Desse total, 32% são com foco em e-commerce e plataformas sob demanda.

No Brasil, onde a chegada das Insurtechs aconteceu mais recentemente, já são 78 startups em operação, segundo a câmara-e.net. Deste grupo, 40% atuam no segmento de produtos, 28% em data analytics, e 12% na jornada do usuário.

O assessor executivo de Comunicação para Negócios de Insurtech e editor do blog Terra Gaia, Antonio Carlos Teixeira, abordou o tema sob o aspecto da sustentabilidade. Ele comentou o crescimento do uso de tecnologias e inovações no seguro, considerando a predileção das novas gerações pela cultura mobile.

“O resultado é a integração do negócio do seguro ao modo de viver, de pensar e de agir do novo consumidor cliente-segurado, que já nasceu conectado”, disse. Ele ressaltou ainda que o setor deve se preocupar em suprir as novas necessidades dos segurados, atuais e futuros, e entender o pensamento e a cultura das novas gerações, identificando potenciais riscos e coberturas.

A Escola foi representada pela diretora de Ensino Técnico, Maria Helena Monteiro, que destacou que a evolução tecnológica é muito rápida e, às vezes, difícil de acompanhar. “O tema desse evento é atual e muito oportuno, inclusive, para atualizar nossos alunos em relação a essas mudanças”, disse.

Já o presidente da APTS, Osmar Bertacini, comemorou o sucesso do evento e a parceria com a Escola. “As entidades têm em comum o objetivo de disseminar o conhecimento de seguro”, afirmou.

 

Veja aqui a apresentação da palestra de Antonio Carlos Teixeira, “InsurTech: O Seguro na Era Digital e a Transição da Sociedade para Economia de Baixa Emissão de Carbono”:

https://www.slideshare.net/madlis/insurtech-o-seguro-na-era-digital-e-a-transio-da-sociedade-para-economia-de-baixa-emisso-de-carbono

Veja aqui as fotos do evento “Insurtechs: Série Tecnologias disruptivas e seus impactos no seguro”:

https://drive.google.com/drive/folders/1Dwt2tjHLUxcooRWXeezxxz0qb2L42EAA

 

Publicado em cidades inteligentes, Cidades Sustentáveis, Ciudades sostenibles, Desenvolvimento sustentável, Digital Insurance, Economia, economia de baixo carbono, Economia Verde-Green Economy, Energias Renovables, Energias renováveis, Environmental Technology, Gases do Efeito Estufa, Gestão sustentável, Greenhouse Gases, Insurance and Sustainability, Insurance Technology, insurtech, low carbon economy, Potencial econômico, Responsabilidade corporativa, Responsabilidade Social Empresarial RSE, Responsabilidade socioambiental, Saúde, Seguro Digital, Seguro Digital e Inovação, Seguro e Meio Ambiente, Seguro e mudanças climáticas, Seguro e sustentabilidade, Seguro e Transição para Economia de Baixo Carbono, Seguro e Transição para Sociedade de Baixo Carbono, smart cities, Sustainability, Sustainable Cities, Sustentabilidade, Tecnologia ambiental, transição para uma economia de baixo carbono, Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, Transition to a low carbon society, Transition to Low Carbon Economy | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Clipping InsurTech: seguro, tecnologia e inovação – 27/05 a 01/06/2018

Informações sobre novidades digitais, tecnologias, startups e inovação no Setor de Seguros Global

Information on digital news, technologies, startups and innovation in the Global Insurance Industry

27/05 a 01/06/2018

Pesquisa, edição e redação: Antonio Carlos Teixeira

01
A transformação digital do seguro por meio das insurtechs
https://www.revistaapolice.com.br/2018/06/a-transformacao-digital-do-seguro-por-meio-das-insurtechs/
Márcia Alves, APTS / Revista Apólice (São Paulo, Brasil)
01/06/2018
(…) a Associação Paulista dos Técnicos de Seguro (APTS) e a Escola Nacional de Seguros (ENS) reuniram mais de cem pessoas para discutir o tema Insurtechs. Realizado no dia 28 de maio, o evento apresentou um panorama das insurtechs no país, discutiu as mudanças na operação de seguros e na relação com clientes e expôs cases de startups que criaram soluções inéditas para o setor com o uso de tecnologias sofisticadas.

02
Insurtech lança solução para agilizar inspeção residencial
https://www.segs.com.br/seguros/118315-insurtech-lanca-solucao-para-agilizar-inspecao-residencial
Paula Rocha, Segs.com.br (Santos, Brasil)
29/05/2018
Em um mundo cada vez mais tecnológico é natural que os consumidores busquem novas opções que atendam suas necessidades com eficiência. Preparada para esse movimento e contando com uma expertise 12 anos, a Planetun, insurtech que desenvolve soluções disruptivas para o setor de seguros e automotivo, lança mais uma tecnologia inédita para o mercado, a ferramenta de Inspeção Residencial para seguradoras.

03
Insurtech OnMe inicia operação
https://ecommercenews.com.br/noticias/lancamentos/insurtech-onme-inicia-operacao/
E-Commerce News (São Paulo, Brasil)
25/05/2018
Não é novidade que o mercado de seguros passa por uma grande transformação: exemplo disso é o crescimento das insurtechs – empresas que aplicam tecnologias inovadoras para transformar a adesão e o relacionamento do consumidor aos planos de seguro. Nesse cenário ainda pouco explorado, a plataforma OnMe (www.onmeseguros.com.br), lançada pela tradicional Usebens Seguradora, anuncia sua chegada oferecendo seguro automotivo com renovação mensal e acessível.

04
How to build an insurtech startup: Tips from insurance expert
https://www.techworld.com/startups/how-build-insurtech-startup-3678224/
Hannah Williams, TechWorld (London, UK)
31/05/2018
Insurtech (insurance technology) is a growing market, with £218 million invested into insurtech startups in the first half of 2017, according to research from Accenture. “The insurtech industry’s rapid growth reflects investors’ response to consumer appetite for change in an industry sitting on trapped value,” Roy Jubraj, insurance strategy and innovation lead at Accenture UK/I said in a statement.

05
Insurtech Wrisk crowdfunds £500,000
https://www.insurancetimes.co.uk/insurtech-wrisk-crowdfunds-500000/1427278.article
Insurance Times (London, UK)
31/05/2018
Insurtech Wrisk has hit its crowdfunding target of £500,000 in two days. The Seedrs business investment campaign was launched to top up on an initial £3m investment. It is now already into overfunding, and Wrisk stated it wants “to let as many eager investors as possible in on the next phase of their growth”.

06
Willis Towers Watson the majority investor in insurtech Innovisk Capital Partners
https://www.reinsurancene.ws/willis-towers-watson-the-majority-investor-in-insurtech-innovisk-capital-partners/
Luke Gallin, Reinsurance News (Brighton, UK)
01/06/2018
Innovisk Capital Partners, a new global InsurTech start-up that aims to address both the current and future fundamental changes in the insurance sector has been established, with insurance and reinsurance broker Willis Towers Watson as the majority investor.

07
Insurtech Strategy: wefox Targets Brokers to Massively Reduce Acquisition Costs While ONE Provides Real Time Insurance
https://www.crowdfundinsider.com/2018/05/134143-insurtech-strategy-wefox-targets-brokers-to-massively-reduce-acquisition-costs-while-one-provides-real-time-insurance/
JD Alois, Crowdfund Insider (Beachwood, USA)
29/06/2018
Insurtech is seeking to upend and address the shortcomings of a sector of finance that many love to hate. Insurance is a unique product you pay for that you hope you never have to use. And too frequently, when you do need to use an insurance policy, it comes up short rarely living up to the ubiquitous promotions that tend to overpromise their services. Today, there are many Insurtech platforms that are emerging to address the user (…)

08
Insurtech giant ZhongAn touts blockchain’s transformational power, signs up over 100 hospitals to improve claims processing
http://www.scmp.com/tech/article/2148219/insurtech-giant-zhongan-touts-blockchains-transformational-power-signs
Sarah Dai, South China Morning Post (Hong Kong, China)
29/05/2018
“Insurance is backed by statistics and blockchain will help to connect that massive and varied data,” said Chen Wei, the tech unit chief of China’s largest online insurer ZhongAn Online Property & Casualty Insurance. “It will be used to manage risk and improve pricing.”

fim

Publicado em Economia, economia de baixo carbono, Economia Verde-Green Economy, Insurance and Sustainability, Insurance Technology, insurtech, low carbon economy, Risk Insurance, Seguro Digital, Seguro Digital e Inovação, Seguro e sustentabilidade, Seguro e Transição para Economia de Baixo Carbono, Seguro e Transição para Sociedade de Baixo Carbono, smart cities, Sustainability, Sustainable Cities, Sustentabilidade, transição para uma economia de baixo carbono, Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, Transition to a low carbon society, Transition to Low Carbon Economy | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

A transformação digital do seguro por meio das insurtechs

Caetano Altieri, Henrique Mazieiro, Antonio Carlos Teixeira, Keyton Pedreira e Henrique Volpi. Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa da APTS

Especialistas analisam as mudanças na operação de seguro e na relação com os clientes a partir de soluções oferecidas por startups

da Revista Apólice

Em uma manhã atípica na cidade de São Paulo, com os reflexos da greve dos caminhoneiros, a Associação Paulista dos Técnicos de Seguro (APTS) e a Escola Nacional de Seguros (ENS) reuniram mais de cem pessoas para discutir o tema Insurtechs. Realizado no dia 28 de maio, o evento apresentou um panorama das insurtechs no país, discutiu as mudanças na operação de seguros e na relação com clientes e expôs cases de startups que criaram soluções inéditas para o setor com o uso de tecnologias sofisticadas.

“A evolução tecnológica é muito rápida e, às vezes, difícil de acompanhar. O tema desse evento é atual e muito oportuno, inclusive, para atualizar nossos alunos em relação a essas mudanças”, disse a diretora de Ensino Técnico da ENS, Maria Helena Monteiro. Já o presidente da APTS, Osmar Bertacini, comemorou a parceria com a instituição de ensino. “Ambas as entidades têm em comum o objetivo de disseminar o conhecimento de seguro”, disse.

Aceleração e sustentabilidade

De acordo com o representante da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (câmara-e.net), Caetano Altieri, existem, atualmente, mais de 1,5 mil insurtechs em todo o mundo, que já movimentaram US$ 19 bilhões, a maioria (32%) concentrada no e-commerce e plataformas sob demanda. No Brasil, as insurtechs são mais recentes, mas já somam 78 startups em operação, segundo mapeamento da câmara-e.net. Deste grupo, 40% atuam no segmento de produtos, 28% em data e analytics e 12% na jornada do usuário. De acordo com Altieri, a câmara-e.net agora integra o grupo de trabalho da Susep na área de insurtechs e pretende oferecer subsídios para a regulamentação do segmento. “Vamos construir uma proposta de valor para apoiar as insurtechs”, disse.

O jornalista Antonio Carlos Teixeira, assessor Executivo Estratégico de Comunicação para Negócios de InsurTech e editor do blog Terra Gaia, abordou o tema sob o aspecto da sustentabilidade. Ele comentou o crescimento do uso de tecnologias e inovações no seguro, considerando a predileção das novas gerações pela cultura mobile. “O resultado é a integração do negócio do seguro ao modo de viver, de pensar e de agir do novo consumidor cliente-segurado, que já nasceu conectado”, afirmou. Em sua opinião, o setor deve se preocupar em suprir as novas necessidades de segurados (atuais e futuros); entender o pensamento e cultura das novas gerações, identificando novos riscos e coberturas.

Maurício Martinez, da Oxigênio Aceleradora, empresa do Grupo Porto Seguro, explicou que o perfil de startup é o de empresa jovem que trabalha com modelo repetitivo e de alta escala. “Três jovens com uma ideia genial se juntam, criam um aplicativo e começam a vender pela internet. Mas, o que eles podem fazer para aumentar os negócios? Procurar uma aceleradora”, disse. Na Oxigênio, por exemplo, depois de um concorrido processo de seleção, as startups escolhidas passam por uma espécie de anamnese para identificar seus problemas e, durante três meses, recebem orientação de uma rede de mentores, além de treinamento e capacitação. A empresa investe cerca de R$ 200 mil, em média, em cada startup e estabelece, posteriormente, um percentual de participação nos negócios.

Dentre as empresas aceleradas, ele citou B.Time, que desenvolveu um aplicativo para a gestão de campo, que permite monitorar todas as etapas do serviço (local, horário, assinatura do cliente no comprovante etc.). Outro exemplo é da PsicologiaViva, uma rede com 2,5 mil psicólogas que oferece atendimento por telefone e vídeo. “Um sinistro sério pode abalar o cliente e, às vezes, uma conversa com uma psicológica já ajuda”, disse. Segundo ele, um dos objetivos da Porto Seguro com a sua aceleradora é aumentar as chances da empresa de capturar as oportunidades. “Porque acreditamos que aí está a inovação”, afirmou.
Cases de insurtechs

A preferência da população brasileira pelos dispositivos móveis – atualmente, existem 306 milhões em uso, dos quais 220 milhões smartphones – levou a insurtech Planetun a desenvolver soluções disruptivas para o setor de seguros com base na mobilidade. De acordo com o sócio fundador, Henrique Mazieiro, a empresa criou aplicativo para seguradoras, em que o próprio segurado pode realizar a vistoria prévia do seu automóvel, enviando as imagens pelo smartphone. Com base na mesma tecnologia, a empresa também desenvolveu aplicativos para oficinas mecânicas e para inspeção residencial. “Queremos transformar a experiência do usuário”, disse.

A ideia é simples: seguro por assinatura, nos moldes de outros serviços disruptivos, como a Netflix e Spotify. Mas, executada com tecnologias sofisticadas, como machine learning e big data. A Kakau Seguros, insurtech 100% digital, estreou no mercado no ano passado com o seguro residencial por assinatura, em que o segurado pode pausar a qualquer momento a sua apólice. Por meio da plataforma digital, o segurado pode adquirir o seguro ou comunicar o sinistro, com a ajuda da assistente virtual Anna, um robô que utiliza inteligência artificial e está programado para aprender a cada nova operação realizada. “Ninguém fica na porta de uma seguradora, esperando por um novo produto, como fazem os usuários da Apple. Mas esse é o cenário de evolução tecnológica que queremos trazer para o seguro”, disse Henrique Volpi, CEO da Kakau.

Experiente profissional da área de seguros de vida e previdência, Keyton Pedreira conta que criou a insurtech Segurize, juntamente com outros sócios, para estimular a distribuição de seguros. Seu foco foi o microsseguro, produto de baixo tíquete, que acabou inviabilizado pelos custos dos canais de distribuição. A partir de modelos de negócios disruptivos, como Uber e AirBnb, ele teve a ideia de trazer esse conceito para o seguro. Para tanto, constituiu a Segurize como corretora de seguros e criou o que classifica de quinto canal: os insurance influencers. Segundo Keyton, por meio do uso de aplicativo, as pessoas que indicarem seguro para outras, serão remuneradas caso o negócio seja concretizado. “O modelo é o da indicação, mas o negócio é fechado pela Segurize corretora”, explicou.
Novos eventos

Após o painel de debates, o presidente Bertacini e o diretor Evaldir agradeceram o trabalho do diretor Luiz Macoto Sakamoto e da jornalista Márcia Alves na execução do evento, além da parceria da ENS. “Vimos hoje que um evento apenas não encerra a discussão sobre as tecnologias disruptivas. Por isso, a APTS e a ENS realizarão uma série de eventos mensais e gratuitos para disseminar o conhecimento sobre o assunto para todos os profissionais do mercado. O próximo será realizado no dia 27 de junho, aqui neste auditório, e discutirá a Internet das Coisas”, comunicou Evaldir.

 

Veja aqui a apresentação da palestra de Antonio Carlos Teixeira, “InsurTech: O Seguro na Era Digital e a Transição da Sociedade para Economia de Baixa Emissão de Carbono”:

https://www.slideshare.net/madlis/insurtech-o-seguro-na-era-digital-e-a-transio-da-sociedade-para-economia-de-baixa-emisso-de-carbono

Veja aqui as fotos do evento “Insurtechs: Série Tecnologias disruptivas e seus impactos no seguro”:

https://drive.google.com/drive/folders/1Dwt2tjHLUxcooRWXeezxxz0qb2L42EAA

Publicado em cidades inteligentes, Cidades Sustentáveis, Consciência ambiental, Consumo, Desenvolvimento sustentável, Digital Insurance, Economia, economia de baixo carbono, Economia Verde-Green Economy, Empresas, Energia solar, Energias Renovables, Energias renováveis, Gases do Efeito Estufa, Gestão sustentável, Greenhouse Gases, Insurance and Sustainability, Insurance Technology, insurtech, low carbon economy, Renewable Energy, Seguro Digital, Seguro Digital e Inovação, Seguro e mudanças climáticas, Seguro e sustentabilidade, Seguro e Transição para Economia de Baixo Carbono, Seguro e Transição para Sociedade de Baixo Carbono, smart cities, Sustainability, Sustainable Cities, Sustentabilidade, Tecnologia ambiental, transição para uma economia de baixo carbono, Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, Transition to a low carbon society, Transition to Low Carbon Economy | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Economia verde pode gerar milhões de empregos na América Latina e no Caribe, diz OIT

Na América Latina e no Caribe, pelo menos 1 milhão de empregos serão gerados como resultado do uso de energias renováveis, segundo a OIT. Foto: Banco Mundial/Dana Smillie

A necessidade de enfrentar as mudanças climáticas, a sobre-exploração de recursos naturais e a poluição dos ecossistemas torna urgente a transição para uma economia verde, que tem o potencial de gerar milhões de empregos na América Latina e no Caribe e mitigar os custos laborais derivados de problemas ambientais, disse a Organização Internacional do Trabalho (OIT) nesta segunda-feira (21).

“Os desafios colocados pela sustentabilidade ambiental são uma das forças poderosas que estão moldando o futuro do trabalho nesta região, e é por isso que é necessário tomar medidas para maximizar seus benefícios e enfrentar efetivamente suas ameaças”, afirmou o diretor regional da OIT para a América Latina e o Caribe, José Manuel Salazar-Xirinachs.

Ele comentou as implicações para a região do novo relatório global da OIT sobre “Perspectivas Sociais e de Emprego no Mundo 2018: Greening with Jobs”, lançado na semana passada. Destacou que, numa região do planeta com tantos recursos naturais abundantes, áreas costeiras e grande diversidade de ecossistemas, “é indiscutível que o mundo do trabalho está intrinsecamente relacionado com o meio ambiente”. Neste cenário, “os empregos verdes são catalisadores da transição para a sustentabilidade ambiental”.

“Há oportunidades enormes numa economia verde, mas também um potencial de destruição de postos de trabalho. Portanto, devemos garantir que os trabalhadores tenham acesso à proteção social, adquiram o conjunto correto de qualificações e que as economias tenham a capacidade de fazer a transição entre indústrias tradicionais e indústrias mais verdes”, afirmou o diretor regional da OIT.

O novo relatório da OIT destaca que os esforços para combater as mudanças climáticas até 2030 gerarão um saldo positivo de 18 milhões de empregos em todo o mundo. Isso inclui, por exemplo, aqueles empregos que serão criados nos setores de construção e manufatura para possibilitar a geração de novas fontes de energia e avançar em direção a uma maior eficiência energética, e também aqueles que seriam perdidos em indústrias relacionadas a esse problema ambiental, como a de hidrocarbonetos.

“Na América Latina e no Caribe, pelo menos 1 milhão de empregos serão gerados como resultado do uso de energias renováveis, maior eficiência energética em imóveis e maior demanda por carros elétricos e outras tecnologias de mudança no padrão de consumo para combater as mudanças climáticas”, explicou o especialista da OIT em econometria do trabalho, Guillermo Montt, que participou da preparação do relatório.

Além disso, os dados coletados neste estudo indicam que a região poderia gerar outros 4 milhões de postos de trabalho com o desenvolvimento da chamada “economia circular”, que promove a reutilização, a reparação, a reciclagem, a remanufatura e a maior durabilidade de produtos, como uma alternativa ao modelo linear de extração, fabricação, uso e descarte que tem prevalecido nas últimas décadas.

“A transição para uma economia verde implica mudanças em quase todos os setores econômicos, incluindo energia, agricultura, transporte, construção, mineração, pesca, etc. O progresso em direção a uma economia sustentável mais geral terá um impacto em todos os setores e as opções que tomarmos determinarão se elas trarão empregos e trabalho decente para a região”, disse Montt.

Medidas de mitigação evitarão os efeitos negativos da degradação ambiental no mundo do trabalho. Os dados coletados indicam que, nas Américas (incluindo as Américas do Norte, Central e do Sul), cerca de 75 milhões de pessoas trabalham em setores que dependem de processos ecossistêmicos, como agricultura, turismo e pesca, que podem ser afetados por mudanças climáticas, poluição e sobre-exploração, entre outros.

Os desastres naturais, que se tornaram mais intensos nos últimos anos, por exemplo, causam perdas estimadas em 200 anos de vida útil para cada 100 mil pessoas afetadas nas Américas, de acordo com os dados do relatório.

O aumento das temperaturas também pode ter efeitos inusitados no futuro do trabalho. Estima-se que, na América Central e do Sul, entre 0,8% e 0,6% das horas trabalhadas serão muito quentes para o trabalho, com consequências na produtividade, saúde e segurança no trabalho.

Por outro lado, a degradação ambiental “afeta sobretudo os trabalhadores e as famílias mais vulneráveis, o que contribui para o aumento das desigualdades”, destacou Montt.

“O principal desafio é fazer com que a transição seja justa para todos. Embora haja criação de postos de trabalho, há trabalhadores e comunidades que sairão perdendo”, disse o diretor regional da OIT. Por essa razão, “é muito importante garantir que a região esteja pronta e possa aproveitar as oportunidades de emprego que surgem e impedir o aumento das desigualdades”.

“O desenvolvimento de habilidades e a complementaridade com políticas econômicas, de proteção social e de diversificação produtiva são um desafio, que deve ser apoiado por amplos processos de diálogo social para gerar os empregos verdes que nossas sociedades precisam”, acrescentou Salazar.

Clique aqui para acessar o relatório (em inglês):

http://www.ilo.org/global/publications/books/WCMS_628654/lang–pt/index.htm

Publicado em Cambio climático, Cidadania e Sustentabilidade, Clima, Climate Change, Desenvolvimento, Desenvolvimento sustentável, Economia, economia de baixo carbono, Economia Verde-Green Economy, Energias Renovables, Energias renováveis, Estudos ambientais, low carbon economy, Pesquisas ambientais, Renewable Energy, smart cities, Sustainability, Sustainable Cities, Sustentabilidade, transição para uma economia de baixo carbono, Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, Transition to Low Carbon Economy | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário