Poder público e empresas desenham em Fernando de Noronha um protótipo de economia de baixo carbono

Sérgio Xavier, secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado de Pernambuco. Foto: divulgação

Sérgio Xavier, secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado de Pernambuco. Foto: divulgação

 

Por Amália Safatle, do site Página 22

Com apenas 3 mil habitantes ilhados (ou 4 mil, considerando a população flutuante), está formado um laboratório a céu aberto perfeito para prototipar a economia de baixo carbono. Mais perfeito ainda quando esse laboratório é tropical, abençoado por sol e vento em profusão. Fernando de Noronha pode até ser um paraíso turístico, mas apresenta desafios enormes em termos de sustentabilidade, a começar da energia: grande parte cara e poluente, proveniente do diesel.

Pois está em andamento um projeto para que Noronha seja um lugar onde não se perde água, não se perde energia, não se perde resíduo. O projeto para uma economia circular, replicável ao Recife e a outras cidades, envolve um banco e empresas do Brasil, dos Estados Unidos, da China e da Alemanha. Nesta entrevista concedida à Página22, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado de Pernambuco, Sérgio Xavier, conta o que está sendo planejado em termos de energia renovável, compartilhamento de veículos elétricos, gestão de água, saneamento e resíduos, e como isso se encaixa em uma visão de atuação compartilhada do poder público – pensada e implementada em rede.

Leia a entrevista completa.

Anúncios

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Gestor de Comunicação para Sustentabilidade, Assessor Corporativo de Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, editor do blog TerraGaia. //// Communication Manager for Sustainability, Corporate Advisor for Transition to a Low Carbon Society, TerraGaia blog editor.
Esse post foi publicado em Carbono, Cidadania e Meio Ambiente, Cidadania e Sustentabilidade, Cidades Sustentáveis, Comunicação Ambiental, Consciência ambiental, Consumo, Desenvolvimento sustentável, Economia, economia de baixo carbono, Economia Verde-Green Economy, Empresas, Energías Renovables, Energia, Energia eólica, Energia fotovoltaica, Energia solar, Energias Renovables, Energias renováveis, Gestão sustentável, Potencial econômico, Programas ambientais, Projetos ambientais, Responsabilidade corporativa, Responsabilidade social, Responsabilidade Social Empresarial RSE, Responsabilidade socioambiental, Sustentabilidade, transição para uma economia de baixo carbono, Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s