The western south Atlantic Ocean in a high-CO2 world: current measurement capabilities and perspectives

Authors:

Pereira, Rodrigo Kerr Duarte; Cunha, Leticia Cotrim da; Kikuchi, Ruy Kenji Papa de; Horta Junior, Paulo Antunes; Ito, Rosane Gonçalves; Muller, Marius Nils; Orselli, Iole Beatriz Marques; Orte, Manoela Romanó; Sordo, Laura; Pinheiro, Bárbara Ramos; Bonou, Frédéric Kpèdonou; Schubert, Nadine; Bergstrom, Ellie; Copertino, Margareth da Silva; Lencina-Avila, Jannine Marquez

Summary:
An international multi-disciplinary group of 24 researchers met to discuss ocean acidification (OA) during the Brazilian OA Network/Surface Ocean-Lower Atmosphere Study (BrOA/SOLAS) Workshop. Fifteen members of the BrOA Network (www.broa.furg.br) authored this review. The group concluded that identifying and evaluating the regional effects of OA is impossible without understanding the natural variability of seawater carbonate systems in marine ecosystems through a series of long-term observations. Here, we show that the western South Atlantic Ocean (WSAO) lacks appropriate observations for determining regional OA effects, including the effects of OA on key sensitive Brazilian ecosystems in this area. The impacts of OA likely affect marine life in coastal and oceanic ecosystems, with further social and economic consequences for Brazil and neighboring countries. Thus, we present (i) the diversity of coastal and open ocean ecosystems in the WSAO and emphasize their roles in the marine carbon cycle and biodiversity and their vulnerabilities to OA effects; (ii) ongoing observational, experimental, and modeling efforts that investigate OA in the WSAO; and (iii) highlights of the knowledge gaps, infrastructure deficiencies, and OA-related issues in the WSAO. Finally, this review outlines long-term actions that should be taken to manage marine ecosystems in this vast and unexplored ocean region.
See the study.

 

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Jornalista, pós-graduado em Ciências Ambientais (UFRJ); 20 anos de experiência na área de comunicação, jornalismo, edição de livros, revistas, sites, blogs e gestão de equipes; consultor/formador do primeiro Curso de Comunicação e Jornalismo Ambiental promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, São Tomé e Príncipe, setembro 2014); integrante da Delegação Oficial da Câmara Brasil Alemanha para visita à IFAT Entsorga 2010 (Feira Internacional de Água, Esgoto, Lixo e Reciclagem), em Munich (Alemanha); organizador e coautor do livro “A Questão ambiental – Desenvolvimento e Sustentabilidade (Rio de Janeiro: Funenseg, 2004); autor de artigos, palestrante e mediador (congressos, debates, painéis) nas áreas de comunicação, seguro, meio ambiente, educação ambiental e sustentabilidade; coautor do projeto “Proposta de ações de educação ambiental para a Ilha Primeira, Barra da Tijuca – RJ” (Brasil, 2005); editor, videomaker e jurado de festivais de cinema ambiental.
Esse post foi publicado em Aquecimento global, Cambio climático, Carbono, Climate Change, Greenhouse Gases, Human activities and climate change, Impactos ambientais, Mares e oceanos, Mudança climática e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s