COP21 Paris 2015: notícias – noticias – news 14 12 2015

logo-cop-21-carr-

 

 

Economia limpa revolucionará sistema financeiro, diz ex-ministro francês
Vivian Oswald
O Globo
14/12/2015
LE BOURGET, França A ciência pode não ter convencido todos os países do mundo a atuar com o mesmo empenho no combate ao aquecimento global, mas a matemática apresentada até agora por seus especialistas sobre as consequências que o aumento da temperatura do planeta — em 2 graus Celsius ou 1,5 grau Celsius — e onde devem se concentrar os investimentos até o ano 2100 foi o suficiente para levar empresas e mercado financeiro a participarem em massa da Conferência do Clima, que terminou sábado, em Paris. Um terço das duas mil maiores companhias do mundo se comprometeram com ações globais. Juntas, elas valem o mesmo que a soma de todas as riquezas produzidas em um ano por China, Alemanha e Japão.

Governo destaca “decisiva participação do Brasil” na assinatura de acordo
Correio Braziliense
France Presse
13/12/2015
O governo brasileiro aplaudiu no sábado (12/12) o “justo e ambicioso” acordo climático alcançado em Paris com sua “decisiva participação” e revelou que incentivará acordo de “cooperação sul-sul” sobre o assunto. “Comemoramos com todas as nações e todos os povos do mundo por esta conquista que garante o desenvolvimento sustentável, a preservação do planeta e as condições de vida da humanidade”, informou o governo em comunicado assinado pela presidente Dilma Rousseff, em que destacou também a “decisiva participação do Brasil”.

Acordo climático de Paris é etapa histórica ainda por se concretizar
Correio Braziliense
France Presse
13/12/2015
Após a euforia e os discursos que saudaram o acordo de Paris sobre o clima como um “passo histórico”, a parte mais difícil vem a seguir: concretizar os ambiciosos compromissos assumidos por 195 países. Resumindo um sentimento geral, o presidente americano, Barack Obama, reconheceu no sábado à noite que “o problema não está resolvido com o Acordo de Paris”.

Dilma diz que acordo global do clima é ‘justo e ambicioso’
G1
G1
12/12/2015
A presidente Dilma Rousseff emitiu nota oficial neste sábado (12) para saudar a aprovação do acordo global sobre o clima, em Paris, que visa limitar o aquecimento climático do planeta. No texto, ela classifica o documento aprovado “justo e ambicioso, fortalecendo o regime multilateral e atendendo aos legítimos anseios da comunidade internacional”.

Outras visões sobre o Acordo de Paris
Amelia Gonzalez
G1
13/12/2015
“Não posso acreditar! Nós conseguimos! Conseguimos!” A expressão entusiasmada foi apenas uma das inúmeras que encheram as redes sociais ontem depois que saiu o Acordo de Paris que busca frear as emissões de carbono no mundo. É da francesa Laurence Tubiana, atual embaixadora encarregada das negociações, diretora do Institute for Sustainable Development and International Relations (IDDRI), que vem há muito tempo acompanhando os bastidores desse acordo que há 20 anos começou a ser costurado pelas Nações Unidas. Em 2009, pós Conferência de Copenhague (COP-15), considerada um fracasso, a expressão de Tubiana era bem diferente da que apresentava nas fotos tiradas ontem ao lado do diplomata Laurent Fabius, a quem coube a glória de bater o martelo do acordo. Triste, cabisbaixa, decepcionada, Tubiana declarara então às câmeras da equipe que filmava o documentário “COP-15 – Crônica de um acordo inacabado” (veja aqui o trailer), que o clima havia se tornado uma questão política. Por isso não se conseguia um acordo.

André Trigueiro diz que a COP é um ponto de partida
André Trigueiro
G1
12/12/2015
“Nada se conquistou ainda. Há tudo por fazer”, diz o jornalista André Trigueiro, em vídeo do jornal da Globo News.

COP21: Brasil comemora acordo do clima “justo e ambicioso”
UOL Notícias
AFP
12/12/2015
Brasília, 13 dez 2015 (AFP) – O governo brasileiro aplaudiu neste sábado o “justo e ambicioso” acordo climático alcançado em Paris com sua “decisiva participação” e revelou que incentivará acordo de “cooperação sul-sul” sobre o assunto. “Comemoramos com todas as nações e todos os povos do mundo por esta conquista que garante o desenvolvimento sustentável, a preservação do planeta e as condições de vida da humanidade”, informou o governo em comunicado assinado pela presidente Dilma Rousseff, em que destacou também a “decisiva participação do Brasil”.

Ministra do Meio Ambiente: Brasil está satisfeito com acordo climático
André Richter
Agência Brasil
12/12/2015
A ministra do Meio Ambiente, Isabella Teixeira, disse hoje (12) que o Brasil está muito satisfeito com as condições do acordo final da conferência do Clima (COP21), que prevê limitar o crescimento da emissão de gases de efeito estufa a 1,5°C. A ministra está em Paris e participou, junto com as delegações de outros países, da análise do texto final que foi aprovado hoje (12) pela conferência.

O verbo que quase afundou o acordo contra a mudança climática
Manuel Planelles
El País
13/12/2015
Tudo aconteceu já no final, quando todos davam por garantido que o primeiro acordo global contra a mudança climática seria assinado na capital francesa. O texto definitivo da proposta já estava pronto para que os 195 países presentes no plenário da Cúpula do Clima de Paris o aprovassem.

Obama, uma presidência marcada pela luta contra mudanças climáticas
Cristina F. Pereda
El País
13/12/2015
Com o olhar posto na história, e apesar de ter as duas casas do Legislativo contra si, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, levou adiante seu segundo mandato tendo a luta contra as mudanças climáticas entre seus objetivos. Já pode dizer que conseguiu. Na noite de sábado, em um pronunciamento na Casa Branca, qualificou o acordo de Paris como “o mais ambicioso da história da luta contra as mudanças climáticas” e defendeu o trabalho de sua Administração para torná-lo possível.

Hollande diz que aprovação de acordo sobre o clima pode mudar o mundo
Agência Brasil
Agência Lusa
12/12/2015
O presidente francês, François Hollande, pediu hoje (12) aos delegados que participam conferência do clima, a COP21, em Paris, que adotem o texto do acordo que foi apresentado, o que “será um grande gesto para a humanidade”.

Conheça os principais pontos do projeto de acordo sobre o clima
Correio Braziliense
France Presse
12/12/2015
O projeto de acordo sobre o clima foi apresentado neste sábado na Conferência de Paris, a COP21. Abaixo, confira os principais pontos do documento que está sob análise de mais de 190 países:

 
Acordo do clima estabelece medidas para limitar aumento da temperatura
Agência Brasil
Agência Lusa
12/12/2015
O acordo universal contra as alterações climáticas que os países deverão aprovar hoje (12) em Paris lista várias medidas vinculativas, a longo prazo, para limitar o aumento da temperatura a 2 graus Celsius no fim do século. No entanto, os países estabelecem em 1,5 grau, em relação aos níveis pré industriais, o aumento de temperatura que não convém ultrapassar para que os impactos do aquecimento não sejam catastróficos, segundo o texto divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que deverá ser aprovado no plenário da conferência do clima (COP21) ainda hoje.

Acordo marca “virada”, mas ONGs conclamam a não baixar vigilância
Ana Teruel
El País
12/12/2015
A maioria das organizações não governamentais dá as boas-vindas ao acordo obtido finalmente neste sábado em Paris, que significa uma “virada” e envia um “forte sinal” de que a transição energética está em andamento. Em particular, as ONGs aplaudem a incorporação de um objetivo de longo prazo de limitar para muito abaixo dos 2º C o aquecimento global, embora lamente a falta de meios suficientes para alcançar essa meta e os prazos muito longos dados para revisar os objetivos nacionais. Nas ruas de Paris, milhares de manifestantes conclamaram, antes mesmo de ser aprovado o acordo, a não baixar a vigilância e a estabelecer metas mais ambiciosas.

Sociedade Civil critica a falta de financiamento para as adaptações às mudanças climáticas
Pedro Z. Malavolta
Envolverde
12/12/2015
Após o anúncio da versão do “Acordo de Paris”, várias organizações da sociedade civil deram suas opiniões sobre o texto final. As avaliações variaram entre otimismo e decepção. Em consenso apenas a crítica a questões do financiamento à adaptação às mudanças climáticas nos países em desenvolvimento.

COP21: manifestações marcam fim das negociações contra o aquecimento global
Correio Braziliense
France Presse
12/12/2015
Paris, França – Afresco humano, “linha vermelha”, minuto de silêncio: milhares de militantes ambientalistas marcaram neste sábado em Paris o final das negociações contra o aquecimento global (COP21) com iniciativas festivas e simbólicas – acompanhadas de perto pela polícia.

Acordo é “sucesso monumental”, diz secretário-geral da ONU
Correio Braziliense
Agência Estado
12/12/2015
Nova York – O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse neste sábado (12/12) que o Acordo de Paris coroa um esforço de sete anos para fazer o mundo reagir à mudança climática. À medida que autoridades de diversas nações se revezavam elogiando o acordo, Ban afirmou que “o que um dia era impensável agora é incontrolável. (…) É um bom acordo e vocês todos devem ficar orgulhosos”.

Quatro pontos para entender o acordo de Paris sobre as mudanças climáticas
Manuel Planelles
El País
12/12/2015
O texto final do acordo de Paris, que ainda deve ser ratificado pelos 195 países reunidos na capital francesa para a COP21, tem como objetivo principal conseguir que o aumento da temperatura média do planeta até o fim do século, por causa das mudanças climáticas, fique “muito abaixo” dos 2o C em relação aos níveis pré-industriais. Também estabelece que são necessários esforços para que o aumento “não supere os 1,5o C”. Além disso, o documento busca incrementar a capacidade dos países de se adaptarem às mudanças climáticas, sempre levando em consideração a “segurança alimentar”. Por último, defende conseguir com que os “fluxos financeiros” caminhem para uma economia baixa em emissões de gases de efeito estufa.

Países assinam em Paris histórico acordo contra a mudança climática
Manuel Planelles
El País
12/12/2015
Os 195 países reunidos há duas semanas na Cúpula de Paris finalmente chegaram a um acordo contra o aquecimento global, o primeiro “pacto universal da história das negociações sobre o clima”, segundo descreveu o presidente francês, François Hollande, ao apresentar o texto final na manhã deste sábado. Um texto que foi debatido nas últimas horas e que busca limitar o aumento da temperatura média do planeta, fixa um teto para as emissões de gases de efeito estufa e estabelece um sistema de financiamento para que os países com menos recursos possam se adaptar aos efeitos das mudanças climáticas.

COP 21: representantes de 195 países aprovam acordo global do clima
Rafael Garcia
G1
12/12/2015
A plenária da COP 21, a cúpula do clima de Paris, aprovou neste sábado (12) o primeiro acordo de extensão global para frear as emissões de gases do efeito estufa e para lidar com os impactos da mudança climática.

Veja a repercussão do acordo global do clima aprovado na COP 21
G1
G1
12/12/2015
A aprovação do primeiro acordo de extensão global para frear as emissões de gases do efeito estufa, feita neste sábado (12) pela plenária da COP 21, a cúpula do clima de Paris, tem repercussão nas redes sociais. O acordo determina que seus 195 países signatários ajam para que temperatura média do planeta sofra uma elevação “muito abaixo de 2°C”, mas “reunindo esforços para limitar o aumento de temperatura a 1,5°C”. Saiba mais. Veja a seguir a repercussão:

Acordo da Cúpula de Paris é aprovado e determina verba para países pobres
O Globo
O Globo
12/12/2015
LE BOURGET, França — Um acordo inédito assinado por 195 países neste sábado deve renovar as chances para se salvar o planeta. O entendimento não resolve todas as questões em aberto, e as metas voluntárias indicadas por cada uma das nações somadas não são suficientes para garantir que o aquecimento global fique bem abaixo de 2 graus Celsius, rumo ao 1,5 grau Celsius até o ano 2100, como indica o documento. Mas este é o primeiro passo nesta direção e mostra que as nações do mundo inteiro estão finalmente no mesmo barco — inclusive os Estados Unidos e a China, os maiores poluidores que, pela primeira vez, se comprometeram com ações concretas globais para a redução de emissões.

‘A melhor chance para salvar o único planeta que temos’, diz Obama
O Globo
O Globo
12/12/2015
WASHINGTON — O presidente dos EUA, Barack Obama, saudou o acordo fechado neste sábado na Cúpula do Clima, em Paris. Em discurso na Casa Branca, o líder da maior economia e segundo maior emissor de gases estufa do planeta, ressaltou que o documento acordado por 195 países é o primeiro passo para a Humanidade evitar, ou ao menos minimizar, as consequências das alterações climáticas.

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Jornalista, pós-graduado em Ciências Ambientais (UFRJ); 20 anos de experiência na área de comunicação, jornalismo, edição de livros, revistas, sites, blogs e gestão de equipes; consultor/formador do primeiro Curso de Comunicação e Jornalismo Ambiental promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, São Tomé e Príncipe, setembro 2014); integrante da Delegação Oficial da Câmara Brasil Alemanha para visita à IFAT Entsorga 2010 (Feira Internacional de Água, Esgoto, Lixo e Reciclagem), em Munich (Alemanha); organizador e coautor do livro “A Questão ambiental – Desenvolvimento e Sustentabilidade (Rio de Janeiro: Funenseg, 2004); autor de artigos, palestrante e mediador (congressos, debates, painéis) nas áreas de comunicação, seguro, meio ambiente, educação ambiental e sustentabilidade; coautor do projeto “Proposta de ações de educação ambiental para a Ilha Primeira, Barra da Tijuca – RJ” (Brasil, 2005); editor, videomaker e jurado de festivais de cinema ambiental.
Esse post foi publicado em Aquecimento global, Clima, Comunicação, Comunicação Ambiental, COP21 Paris França 2015, Environmental journalism, Jornalismo Ambiental e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s