COP21 Paris 2015: Indústria de Transporte apresenta 10 iniciativas para reduzir as emissões de gases estufa

Foto: Marcelo Camargo/ABr.

 

Emissões de gás carbônico liberados por veículos hoje respondem por um quarto do total de poluentes na atmosfera. Se nada for feito, previsão é de aumentar para um terço até 2050.

 

Do site das Nações Unidas no Brasil

 

Na Conferência do Clima em Paris (COP21), representantes da indústria de transporte apresentaram dez iniciativas para reduzir a emissão de gás carbônico e se comprometeram em construir mais sistemas de transporte sustentáveis nesta quinta-feira (3).

Até 2050, a previsão de emissões de CO2 relacionadas à energia pode saltar de um quarto para um terço do total de liberação de gases estufa. Para reverter este quadro, representantes do setor pensaram em mudanças significativas que possam ser feitas no transporte para contribuir com o esforço global de manter a temperatura média do planeta abaixo de 2 graus Celsius.

Ainda, no momento de crescimento de demanda por transporte público e de mercadorias, especialmente em países em desenvolvimento, esse esforço se torna necessário.

Projeções mostram que uma redução de 50% de emissões de gás carbônico resultantes do uso de transporte até 2050 é possível sem atrapalhar o crescimento sustentável da economia.

Entre as dez iniciativas está a de estabilizar as emissões da indústria de avião até 2020. 74 planos de ação para avançar nas medidas de mitigação dos Estados foram recebidos pela Organização Internacional de Aviação Civil, correspondendo a 80,6% das emissões globais de gás carbônico resultantes da aviação internacional.

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Jornalista, pós-graduado em Ciências Ambientais (UFRJ); 20 anos de experiência na área de comunicação, jornalismo, edição de livros, revistas, sites, blogs e gestão de equipes; consultor/formador do primeiro Curso de Comunicação e Jornalismo Ambiental promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, São Tomé e Príncipe, setembro 2014); integrante da Delegação Oficial da Câmara Brasil Alemanha para visita à IFAT Entsorga 2010 (Feira Internacional de Água, Esgoto, Lixo e Reciclagem), em Munich (Alemanha); organizador e coautor do livro “A Questão ambiental – Desenvolvimento e Sustentabilidade (Rio de Janeiro: Funenseg, 2004); autor de artigos, palestrante e mediador (congressos, debates, painéis) nas áreas de comunicação, seguro, meio ambiente, educação ambiental e sustentabilidade; coautor do projeto “Proposta de ações de educação ambiental para a Ilha Primeira, Barra da Tijuca – RJ” (Brasil, 2005); editor, videomaker e jurado de festivais de cinema ambiental.
Esse post foi publicado em Aquecimento global, Cambio climático, Carbono, Clima, Climate Change, COP21 Paris França 2015, Economia Verde-Green Economy, Empresas, Estudos ambientais, Gases do Efeito Estufa, Impactos ambientais e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s