Estudante e professora de Jornalismo querem indignação na Cobertura de Mariana

“… um manifesto a favor da prática de um jornalismo feito com indignação na cobertura do desastre de Mariana.”

Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

logo-observatorio-da-imprensaO Observatório de Imprensa publicou na última sexta-feira o artigo Carta aos Estudantes de Jornalismo de Minas Gerais. O texto, de autoria do estudante de Jornalismo Yago Sales e da  Juliana Junqueira, jornalista, mestre em Comunicação e professora de Jornalismo, lançam um manifesto a favor da prática de um jornalismo feito com indignação na cobertura do desastre de Mariana.

Pede o texto: (…) Por isso escrevemos esta carta aberta aos estudantes de Minas Gerais, sobretudo de Jornalismo – com seu estigma de relatar – a produzir um material producente sobre a tragédia de Mariana. Empenhem-se em trabalhar com narrativas voltadas à tragédia. Escrevam livros-reportagens, artigos, ensaios. Arquem com o compromisso, primordial do Jornalismo, de remontar histórias. Deem voz a emudecidos pelo terror de enxergar o barro sobre a própria história. Devolvam à sociedade um jornalismo de verdade. Investiguem. Aprofundem o assunto. Abandonem as coberturas superficiais. Deem nomes aos bois. Apontem os…

Ver o post original 50 mais palavras

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Jornalista, pós-graduado em Ciências Ambientais (UFRJ); 20 anos de experiência na área de comunicação, jornalismo, edição de livros, revistas, sites, blogs e gestão de equipes; consultor/formador do primeiro Curso de Comunicação e Jornalismo Ambiental promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, São Tomé e Príncipe, setembro 2014); integrante da Delegação Oficial da Câmara Brasil Alemanha para visita à IFAT Entsorga 2010 (Feira Internacional de Água, Esgoto, Lixo e Reciclagem), em Munich (Alemanha); organizador e coautor do livro “A Questão ambiental – Desenvolvimento e Sustentabilidade (Rio de Janeiro: Funenseg, 2004); autor de artigos, palestrante e mediador (congressos, debates, painéis) nas áreas de comunicação, seguro, meio ambiente, educação ambiental e sustentabilidade; coautor do projeto “Proposta de ações de educação ambiental para a Ilha Primeira, Barra da Tijuca – RJ” (Brasil, 2005); editor, videomaker e jurado de festivais de cinema ambiental.
Esse post foi publicado em Comunicação, Comunicação Ambiental, Consciência ambiental, Jornalismo Ambiental, Jornalismo investigativo e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s