Desafios em pauta – Paradoxos do discurso ” Sustentável”

“Oportuno aqui, resgatar o sentido, o conceito, da expressão ‘sustentável’, altamente desgastada, banalizada, mal interpretada, criminosamente utilizada por aí para ‘limpar’ sujeiras escondidas. Como tudo que requer cuidado, ser sustentável é trilhar caminhos limpos, construir cadeias de produção, consumo e descarte, harmoniosas, de ponta a ponta, linkadas ao sentido do bem viver coletivo, civilizado.” (Liliana Peixinho)

Movimentoama's Blog

Meio Ambiente.bahia.ba
Publicado em 08/11/2015 às 07h00. Atualizado em 08/11/2015 às 08h31.

Paradoxos do discurso “sustentável”

Por Liliana Peixinho

A Ciência já comprovou, e a realidade reforça, o tempo todo, que a ação humana sobre o ambiente onde se desenvolve a vida, em suas múltiplas formas, tem efeitos perversos sobre a própria existência. As informações sobre o o clima indicam a necessidade de mudança de comportamento na forma de ser. Basta parar, desacelerar, para sentir os efeitos de fenômenos extremos: furacões, enchentes, secas, tsunamis, terremotos, doenças, migrações, eventos que exigem adaptações, para garantir a sobrevivência.Ter informações sobre a origem desses problemas é condição essencial para agir com prevenção, cuidado, civilidade, respeito aos nossos limites, em tão vasto espaço de constante ebulição.

Como jornalistas, comunicadores especializados, comprometidos com os desafios, em pautas historicamente reprimidas, não podemos perder mais tempo no…

Ver o post original 716 mais palavras

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Jornalista, pós-graduado em Ciências Ambientais (UFRJ); 20 anos de experiência na área de comunicação, jornalismo, edição de livros, revistas, sites, blogs e gestão de equipes; consultor/formador do primeiro Curso de Comunicação e Jornalismo Ambiental promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, São Tomé e Príncipe, setembro 2014); integrante da Delegação Oficial da Câmara Brasil Alemanha para visita à IFAT Entsorga 2010 (Feira Internacional de Água, Esgoto, Lixo e Reciclagem), em Munich (Alemanha); organizador e coautor do livro “A Questão ambiental – Desenvolvimento e Sustentabilidade (Rio de Janeiro: Funenseg, 2004); autor de artigos, palestrante e mediador (congressos, debates, painéis) nas áreas de comunicação, seguro, meio ambiente, educação ambiental e sustentabilidade; coautor do projeto “Proposta de ações de educação ambiental para a Ilha Primeira, Barra da Tijuca – RJ” (Brasil, 2005); editor, videomaker e jurado de festivais de cinema ambiental.
Esse post foi publicado em Comunicação, Comunicação Ambiental, Consciência ambiental, Desenvolvimento, Desenvolvimento sustentável, Educação, Educação ambiental, Gestão sustentável, Governança, Jornalismo Ambiental, Responsabilidade corporativa, Responsabilidade social, Responsabilidade Social Empresarial RSE, Responsabilidade socioambiental, Solidariedade, Sustentabilidade e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Desafios em pauta – Paradoxos do discurso ” Sustentável”

  1. movimentoAMA disse:

    Amigo, colega, jornalista de valor coragem, Antonio Carlos Teixeira, obrigada pelos caminhos, juntos. Abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s