Gender in the CSA Discourse: Making the case for gender-smartness

RIO+ Centre

The emerging architecture for global efforts on sustainable development is complex and covers a number of competing demands for economic, social and environmental development. More comprehensive than the preceding MDGs, the SDGs attempt to raise the bar on global commitment for real change. While inspirational, this raises the spectre of the well-known “implementation deficit” that has faced national, regional and global policy. Critically, how, finally, will such diverse issues be tackled at the same time and coherently?

In its third working paper, the RIO+ explores the issue of Gender in the context of Climate-smart agriculture and consider the reality of gender, climate and agriculture policy agendas and the challenges to-date in addressing these as part of  broader sustainable and human development imperative.  Through the lens of five countries in Southern Africa, we identify a number of practical and strategic challenges in addressing these individually and more important as…

Ver o post original 235 mais palavras

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Jornalista, pós-graduado em Ciências Ambientais (UFRJ); 20 anos de experiência na área de comunicação, jornalismo, edição de livros, revistas, sites, blogs e gestão de equipes; consultor/formador do primeiro Curso de Comunicação e Jornalismo Ambiental promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, São Tomé e Príncipe, setembro 2014); integrante da Delegação Oficial da Câmara Brasil Alemanha para visita à IFAT Entsorga 2010 (Feira Internacional de Água, Esgoto, Lixo e Reciclagem), em Munich (Alemanha); organizador e coautor do livro “A Questão ambiental – Desenvolvimento e Sustentabilidade (Rio de Janeiro: Funenseg, 2004); autor de artigos, palestrante e mediador (congressos, debates, painéis) nas áreas de comunicação, seguro, meio ambiente, educação ambiental e sustentabilidade; coautor do projeto “Proposta de ações de educação ambiental para a Ilha Primeira, Barra da Tijuca – RJ” (Brasil, 2005); editor, videomaker e jurado de festivais de cinema ambiental.
Esse post foi publicado em Agricultura, Environmental journalism, Environmental researchs, Renewable Energy, Sustainable Cities e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s