A luz que o Sol traz depois de se pôr (parte 3)

Conjunto de painéis fotovoltaicos que formam uma típica miniusina solar. Foto meramente ilustrativa. Crédito: David Monniaux/Wimedia Commons

Conjunto de painéis fotovoltaicos que formam uma típica miniusina solar. Foto meramente ilustrativa. Crédito: David Monniaux/Wimedia Commons

Por Elizabeth Oliveira, O ECO

A principal concentração de domicílios ainda excluídos do serviço público de fornecimento de energia elétrica no Amazonas está distribuída nas calhas dos rios Negro, Madeira, Purus e Médio Solimões. Nessas regiões, a demanda de 90 mil novas ligações em comunidades isoladas (como o Sítio Promessa e a Vila Alencar) só deve ser totalmente atendida em 2021.

Rogério Ronconi, gerente do Programa Luz para Todos no Amazonas, informou que essa política governamental já atendeu 81,8 mil domicílios até 2012, “e cumpriu 101% da meta de 81mil ligações firmada, beneficiando aproximadamente 400 mil pessoas que moram na área rural do Estado”. Os investimentos foram de R$ 630 milhões.

Entretanto, assim como ocorreu com outros estados, os números do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a exclusão elétrica no Amazonas foram subestimados. “Segundo informações do Censo 2010, existe uma demanda de aproximadamente 65 mil novas ligações a serem realizadas no estado. Porém, nossa base de dados sinaliza um número maior, que pode chegar a 90 mil novas ligações”, afirma Ronconi. Segundo ele, a extensão territorial do Amazonas e a presença de grandes rios interferem no ataque aoo problema. O Estado é o maior do Brasil (tem 1,559 milhão de Km², quase o mesmo tamanho da região Nordeste que possui 1,561 milhão de Km²).

Leia a terceira e última parte da reportagem.

Leia também:

A luz que o Sol traz depois de se pôr (parte 1)

A luz que o Sol traz depois de se pôr (parte 2)

Anúncios

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Executivo de Comunicação I Assessor Estratégico I Sustentabilidade/Baixo Carbono I Editor I Editor do blog TerraGaia //// Executive of Communication I Strategic Advisor I Sustainability/Low Carbon I Editor I TerraGaia blog Editor.
Esse post foi publicado em Amazônia Legal, Comunidades, Consciência ambiental, Consumo, Desenvolvimento sustentável, Economia Verde-Green Economy, Energia, Energia fotovoltaica, Energia solar, Energias renováveis, Environmental journalism, Potencial econômico, Programas ambientais, Projetos ambientais, Responsabilidade socioambiental, Sustentabilidade, Tecnologia ambiental e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A luz que o Sol traz depois de se pôr (parte 3)

  1. Pingback: A luz que o Sol traz depois de se pôr (parte 2) | Comunicação Ambiente Sustentabilidade

  2. Pingback: A luz que o Sol traz depois de se pôr (parte 1) | Comunicação Ambiente Sustentabilidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s