Rio+20: Dilma diz que documento final reconhece que medição atual do PIB é insuficiente para medir desenvolvimento dos países

Por Antonio Carlos Teixeira, editor do blog TerraGaia

Em discurso na abertura da reunião dos chefes de Estado na Rio+20, a presidente brasileira Dilma Rousseff disse que o documento “O Futuro que Nós Queremos”, assinado ontem pelos negociadores e diplomatas, reconhece a “insuficiência do Produto Interno Bruto (PIB) como critério para medir o desenvolvimento das nações”. Segundo a presidente, o documento enfatiza que é necessário considerar a partir de agora critérios sociais e ambientais.

Dilma não deu detalhes sobre como será feita essa nova medição das riquezas de cada nação. Entrentanto, o negociador-chefe da delegação brasileira, embaixador Luiz Alberto Figueiredo, disse mais tarde que a ONU fará estudos, por meio do seu departamento de estatística, para identificar como esse novo índice será criado para aferir uma riqueza que leve em consideração critérios econômicos, sociais e ambientais.

Dilma disse também que o documento está, sim, adotando os Objetivos de Desenvolvimeno Sustentável, “que darão foco e orientação aos nossos esforços coletivos.” A presidente brasileira acrescentou que o Brasil reconhece que várias conquistas da conferência Rio 92 ainda não foram atingidas em nível internacional, mas que o país tem procurado fazer a sua parte. “Temos avançado com determinação em nosso modelo de desenvolvimento sustentável. Estamos crescendo com inclusão e justiça social, ampliando nossas áreas de proteção ambiental, reduzindo desmatamento e produzindo riqueza”, afirmou.

Em claro recado dado para os líderes das nações que resistem a adotar critérios de proteção e prevenção contra a mudança climática, Dilma lembrou que os compromissos de redução de emissões negociados pelo Protocolo de Kyoto não foram atingidos. “Sabemos que o desenvolvimento sustentável é a melhor resposta para a questão do clima”, assinalou.

A presidente brasileira ressaltou que o Brasil avança com identidade própria no campo do desenvolvimento sustentável. “Nosso modelo de desenvolvimento sustentável não é o único, mas mostra que é possível avançar”, conclamou. Para Dilma, a conferência deve gerar comprometimentos firmes para o desenvolvimento sustentável. “Temos que ser ambiciosos. Não podemos retroceder nos compromissos assumidos em 1992”, frisou.

Outra expectativa de todos os que acompanham a conferência era sobre o destino do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). Ambientalistas e alguns diplomatas tinham esperanças de que o PNUMA fosse transformado numa agência da ONU para comandar as questões ambientais em nível mundial. Sem dar mais detalhes, Dilma disse apenas que o programa “sairá fortalecido do Rio de Janeiro.”

Dilma agradeceu a todos os representantes da sociedade civil global que acompanham a conferência e conclamou as empresas privadas a integrar informações de sustentabilidade nos seus relatórios corporativos. “Caberá a nós demonstrar capacidade para agir. O futuro das próximas gerações aguarda as nossas decisões,” avaliou.

Anúncios

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Consultor de Comunicação para Sustentabilidade, Assessor Corporativo de Transição para uma Sociedade de Baixo Carbono, editor do blog TerraGaia. //// Communication Consultant for Sustainability, Corporate Advisor for Transition to a Low Carbon Society, TerraGaia blog editor.
Esse post foi publicado em Aquecimento global, Clima, Conservação, Consumo, Desenvolvimento sustentável, Economia, Economia Verde-Green Economy, Impactos ambientais, Mudança climática, Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, Responsabilidade corporativa, Responsabilidade Social Empresarial RSE, Responsabilidade socioambiental, Rio+20, Sustentabilidade e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s