Rio+20: Ban Ki-Moon diz que esperava um documento “mais corajoso e ambicioso”

image

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, mostrou decepção hoje ao comentar o fechamento do documento “O Futuro que Nós Queremos”, aprovado ontem pelos negociadores dos países, na Rio+20. Em entrevista coletiva hoje no Rio Centro (sede da Conferência), Ban admitiu que esperava um documento final “mais corajoso e ambicioso”. Segundo o secretário-geral da ONU, “boas intenções e palavras não foram suficientes” para que o documento avançasse mais em relação ao futuro sustentável da humanidade. “A agenda da Rio+20 é urgente e abrangente. A natureza não espera e não negocia”, advertiu. Ele reforçou o apelo aos líderes mundiais para que, durante a Reunião de Alto Nível (que ocorrerá de amanhã e sexta-feira), eles avancem no processo de transição para a economia sustentável. Agora, cabe aos líderes mundiais decidir como ficará o conteúdo do texto aprovado em nível ministerial e diplomático.

O texto conseguir desagradar também representantes da sociedade civil. Logo após a abertura da cerimônia da Rio+20 para os chefes de Estado, representantes de ONGs – Climate Action Network International – pediram aos líderes mundiais que retirem do texto final a expressão “com plena participação da sociedade civil”.

Ban agradeceu a liderança da presidente brasileira Dilma Rousseff, mas chamou a atenção para que os líderes mundiais sigam num caminho de prosperidade e desenvolvimento sustentável, e na defesa do meio ambiente. “Os líderes mundiais devem mandar essa mensagem ao mundo”, enfatizou.

De acordo com o secretário geral, o documento aprovado ontem pelos negociadores leva em consideração 46 temas importantes, entre eles, combate à pobreza, igualdade de gêneros, água, cidades, oceanos, cidadania, educação, empoderamento feminino, transporte, entre outros. Ban reconheceu a necessidade de se levar em consideração que negociações como essa são processos delicados.Mas ele se mostrou esperançoso sobre os entendimentos em relação a um desenvolvimento sustentável que os líderes mundiais possam ter até o final da conferência. “Esperamos que a Rio+20 tenha um compromisso que nos coloque no caminho para o futuro sustentável”, assinalou.

Ban elogiou o Brasil e disse que a Rio+20 é uma conferência carregada de simbolismo pelo fato de a cidade ter sediado a conferência de 1992, quando o tema do desenvolvimento sustentável ganhou impulso nas discussões em nível mundial. Além disso, Ban ressaltou que os líderes devem seguir o exemplo do Brasil, por ser uma nação em crescimento, com uma grande população, enorme potencial e grandes desafios. “Por isso que a Rio+20 é tão importante. Os líderes que estão aqui devem demonstrar seu compromisso político, seguir o exemplo do Brasil, se inspirar e aprender com ele.”

Sobre a importância da conferência, Ban disse que Rio+20 servirá como um catalisador de um movimento global de mudança e que é preciso avançar mais do que apenas proferir palavras. Segundo ele, o momento é de o interesse global ser mais importante que os interesses nacionais. “A Rio+20 já é um marco. O meu recado para os líderes mundiais é que o desenvolvimento sustentável veio para ficar. Esse será o legado da Rio+20”. Ban disse ainda que a conferência não é o fim, mas o início de muitas negociações que virão. “O importante é que os líderes mundiais demonstrem compromisso e vontade política forte.”

Um dos temas ressaltados por Ban foi a questão do acesso às energias renováveis. “Precisamos dobrar a oferta de energia renovável no mix de energias universais”. Segundo ele, 50 países estão trabalhando para desenvolver projetos de energia renovável em seus planos nacionais e 100 organizções internacionais estão dando apoio às discussões sobre utilização de energias sustentáveis. “10 bilhões de dólares já foram comprometidos nesse sentido.”

Anúncios

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Executivo de Comunicação I Assessor Estratégico I Sustentabilidade/Baixo Carbono I Editor I Editor do blog TerraGaia //// Executive of Communication I Strategic Advisor I Sustainability/Low Carbon I Editor I TerraGaia blog Editor.
Esse post foi publicado em Desenvolvimento sustentável, Economia Verde-Green Economy, Energia, Energias renováveis, Impactos ambientais, Rio+20, Sustentabilidade e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s