Rio+20: 2 bilhões de hectares de florestas podem ser restaurados

Existem pelo menos dois bilhões de hectares de regiões de florestas no mundo que podem ser restauradas. A afirmação foi feita hoje pelo presidente da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), Ashok Khosla. Ele anunciou aqui na sede da Conferência Rio+20 (Rio Centro, Rio de Janeiro) que a meta da IUCN e seus parceiros é recuperar pelo menos 150 milhões de hectares de florestas até 2020.

Segundo Khosla, da Natureza (IUCN), a questão da restauração das regiões de floresta é um tema que não tem recebido a devida atenção dos governos nacionais. “Esperamos que eles, os governos, enxerguem isso como um fato a ser seguido”, ressaltou.

Além de combater a desertificação, a restauração de florestas, diz Khosla, pode contribuir com 80 a 90 milhões de dólares na economia dos países afetados.

Parceiro da IUCN nesta iniciativa, os Estados Unidos prometem restaurar 15 milhões de hectares de suas florestas até 2020. “Vamos nos concentrar na restauração de 20 florestas, incluindo as que estão em área de reserva indígena,” assegura Elise Golan, representante do poderoso Departamento de Agricultura dos EUA. Segundo ela, atualmente existem poucos ou melhores investimentos em desenvolvimento sustentável do que restauração de florestas.

Outro parceiro da IUCN no projeto, a Aliança Meso Americana dos Povos, acredita que pelo menos 50 milhões de florestas na região estão sendo impactadas. “Acreditamos que 20 milhões de hectares de florestas na Meso América podem ser restaurados”, afirmou Gustavo Sánchez, representante da instituição. Somente no México, 13 milhões de hectares podem ser reflorestados, destacou Sánchez. Além dos benefícios naturais à biodiversidade, Sánchez acredita ainda que a restauração de florestas podem gerar também riqueza e emprego para os países da Meso América.

A perspectiva de recuperação de áreas de floresta no Brasil também merece atenção no projeto da IUCN. “A expectativa é que 1,5 milhão de hectares de floresta da Mata Atlântica sejam recuperados nos próximos dez anos”, prevê Stewart Maginnis, diretor da IUCN.

A ativista dos direitos humanos Bianca Jagger, disse que a meta da IUCN para os próximos oito anos “é a maior iniciativa de restauração do mundo.” Embaixadora da IUCN para o projeto e presidente da fundação de direitos humanos que leva o seu nome, Bianca (que é nicaraguense) anunciou a criação de um abaixo assinado para pedir apoio a todos os líderes mundiais para a restauração das florestas. “Não há lugar no mundo onde não exista a possibilidade de restaurar áreas degradadas”, disse.

Anúncios

Sobre Antonio Carlos Teixeira

Executivo de Comunicação I Assessor Estratégico I Sustentabilidade/Baixo Carbono I Editor I Editor do blog TerraGaia //// Executive of Communication I Strategic Advisor I Sustainability/Low Carbon I Editor I TerraGaia blog Editor.
Esse post foi publicado em Não categorizado e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s